quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Reportagem do Lab-IT pela Local Visão


 Reportagem sobre o Lab-IT na Localvisão
 
Com o apoio do município de São Brás de Alportel a divulgação do projecto Lab-IT ganhou voz com a reportagem realizada pela Localvisão. São Brás de Alportel vai ainda ajudar-nos na divulgação do projecto através da sua divisão de promoção do município, por isso o Lab-IT quer aproveitar esta oportunidade para agradecer ao seu presidente, Dr António Eusébio, pelo apoio e incentivo do projecto Lab-IT, nomeadamente através da renovação do protocolo com o Lab-IT para dinamizar sessões práticas no ano de 2012.
  O Lab-IT gostaria também de agradecer a Localvisão pelo interesse demonstrado na divulgação das acções do Lab-IT e pela reportagem realizada. 

Sessões do Lab-IT na Laura Ayres



O Lab-It iniciou o ano de 2012 na secundária Laura Ayres. Nos dias 10, 13 e 17 de Janeiro o Lab-IT dinamizou três sessões práticas em que os alunos da secundária Laura Ayres acompanhados pelas suas professoras, Andreia Sousa e Sofia Guerreiro.

Nas sessões práticas foi implementado um cenário baseado nas aplicações da genética molecular nas ciências forenses.

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Ano lectivo 2010/2011

  Depois do ano lectivo 2009/2010 foi realizado um balanço do mesmo e no contacto com os vários professores envolvidos procurou-se optimizar a implementação das sessões do Lab-It. Neste último ano lectivo (2010/2011) foi possível realizar sessões mais longas, (4-5horas) para aumentar o contacto dos alunos com equipamento científico na área da genética molecular na maioria das escolas. Este aumento do tempo das acções do Lab-It permitiu que os alunos que participaram chegassem ao final de cada sessão dominando com à vontade a maior parte do equipamento usado e conscientes da relevância que cada uma das técnicas utilizadas para os resultados finais obtidos em cada protocolo experimental.
   No ano lectivo que termina a adesão ao projecto por parte das escolas foi muito grande, tendo participado mais de 90% das escolas secundárias do Algarve, num total de 14 escolas, 25 professores e 658 alunos participaram. 
  Os protocolos experimentais são desenvolvidos em conjunto com os alunos, permitindo-lhes interagir e manusear equipamento científico do projecto. As técnicas utilizadas são ferramentas básicas da biologia molecular como a PCR, extracção de ADN e electroforese, procurando dar a conhecer as potencialidades da genética molecular a alunos do ensino secundário que procuram escolher as áreas para o seu prosseguimento de estudos. Foram consciencializados para as práticas num laboratório de genética molecular, nomeadamente regras de segurança, o correcto manuseamento do equipamento, trabalho de equipa e a ligação entre a prática e os temas aprendidos nas aulas teóricas.
Finalmente a promoção da discussão dos resultados obtidos no final da execução dos protocolos experimentais é fundamental para que os alunos possam interiorizar os conhecimentos aprendidos durante cada sessão.